Atendimento Blog Acontece

Blog Acontece

A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar ainda mais.

Como escolher a matéria para a OAB 2ª Fase

Como escolher a matéria para a OAB 2ª Fase

 

A segunda fase do Exame da OAB tem como principal objetivo avaliar a capacidade prática do candidato. A prova é dividida em duas partes, que somam 10 pontos ao todo e, para passar, o candidato deve alcançar 6 pontos.

 

Tanto na peça prática quanto nas perguntas dissertativas, o candidato vai encarar questionamentos sobre uma determinada área jurídica que optou quando fez sua inscrição para o Exame de Ordem.

 

As matérias disponíveis para escolha são direito administrativo, direito civil, direito constitucional, direito do trabalho, direito empresarial, direito penal e direito tributário. Uma vez escolhida a área, não será permitido alterar, por isso surge a indagação: Qual é a melhor área a escolher para conquistar a aprovação?

 

COMO ESCOLHER A ÁREA DE 2ª FASE? É POSSÍVEL ALTERAR?

O candidato deverá escolher a área que pretende realizar a prova prático-profissional no momento da inscrição, que ocorre entre os dias 19 e 29 de setembro, sem a possibilidade de alteração após o pagamento da taxa e homologação da inscrição.

 

Por isso, alertamos os candidatos para que tomem cuidado com os mitos e lendas sobre o tema, pois não existe área mais fácil ou mais difícil. Todas as áreas da 2ª Fase da OAB possuem as mesmas dificuldades e números de peças, portanto, a escolha deve ser pautada na aptidão pessoal e experiência de cada candidato.

 

A ESCOLHA CERTA PARA A SEGUNDA FASE DA OAB

Para quem busca mais chances de aprovação na 2ª fase do Exame da OAB, o mais importante é decidir pelo tema que tem mais afinidade. Isso porque os professores são categóricos em dizer: não existe área mais fácil ou mais difícil, o que vale mesmo é o quanto você estudou.

 

"Aconselho o aluno a escolher a área que possui mais afinidade e conhecimento e a não se pautar por boatos ou lendas de que existe uma área mais fácil do que a outra. Como exemplo, podemos citar a situação de um aluno que sempre fez estágio na área trabalhista. A sua opção óbvia deve ser direito do trabalho. Escolher uma outra área que ouviu dizer ser mais fácil é uma temeridade", afirma João Aguirre, doutor em Direito Civil e professor da LFG.

 

5 PASSOS PARA ACERTAR NA ESCOLHA DA MATÉRIA DA OAB 2ª FASE

1) Afinidade

Escolha a disciplina com as qual você teve maior afinidade ao longo da graduação. Ao longo dos anos de faculdade nós desenvolvemos empatia em relação a determinadas áreas. Você poderá identificar isso facilmente olhando para a sua nota em relação às matérias disponíveis para escolha. Se você possui desempenho superior à média, muito provavelmente significa que você possui afinidade com aquela disciplina.

 

2) Elimine as disciplinas que não gosta

Nunca escolha disciplinas com as quais você não tem afinidade. Não gostar de determinada área é natural, contudo, para fins do Exame da OAB, optar por área assim poderá constituir um bloqueio para a compreensão dos assuntos. Por não gostar da disciplina, você terá mais dificuldade que a média para compreendê-la.

 

3) Opte por sua área de atuação

Se você pretende atuar em determinada área quando obtiver a carteira da OAB, use isso como aliado para sua preparação. Ao estudar você está se preparando concretamente para atuar, e isso será motivador. A cada peça treinada você irá se sentir atuando e a cada conteúdo novo assimilado você poderá projetar como usar aquelas informações no exercício da profissão.

 

4) Experiências anteriores

Se você fez estágio em escritório com atuação na área de Direito Tributário, por exemplo, responsabilizando-se pela redação de minutas de petições, provavelmente você terá mais facilidade em se preparar para esta área. Use esse conteúdo acumulado a seu favor. A prova prático-profissional é uma prova técnica, no qual o aluno deve demonstrar sua habilidade para redigir uma peça processual. E se você já fez isso anteriormente, certamente deu um grande passo.

 

5) Mudança de área após reprovações

É inegável a decepção após uma reprovação, porém, não é indicado mudar de área e escolher outra matéria no próximo exame após uma reprovação. O ideal é identificar se realmente a dificuldade na aprovação tem relação com a área escolhida. Avalie o desempenho na prova objetiva em relação as demais matérias e, apenas se obteve resultado inferior à média é que se deve considerar mudar de área.

 

ESTUDE COM ANTECEDÊNCIA

Dedicar-se aos estudos com antecedência e com foco nas matérias é a chave para conquistar a aprovação na OAB. Essa é a hora certa para se aprofundar nos estudos práticos que serão cobrados na segunda fase do Exame. Aproveite o tempo disponível, estude bastante e siga essas dicas que suas chances de passar na segunda fase serão bem maiores.

Bons estudos e boa prova!

 

Conteúdo produzido pela LFG, referência nacional em cursos preparatórios para concursos públicos e Exames da OAB, além de oferecer cursos de pós-graduação jurídica e MBA.

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: