Atendimento Blog Acontece

Blog Acontece

A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar ainda mais.

O uso correto da Língua Portuguesa pode ajudar muito a conquistar a sonhada aprovação

LFG - Uso correto da Língua Portuguesa ajuda a conquistar aprovação em concursos públicos e exames da oAB

 

Por Luciane Sartori


Português deve ser estudado apenas para as questões objetivas de Língua Portuguesa da prova que você fará?

A maioria acredita que sim. Tanto que chegam a dizer que, ao serem nomeados, jogarão todo o material de Português fora, não quererão nem saber mais deste assunto. Entretanto, isso não é verdade.

Em questões voltadas para a área do direito como também as voltadas para a área de exatas, muitos candidatos perdem ponto porque não entenderam o enunciado, ou não entenderam o item da questão, ou não sabiam como interpretar a situação-problema colocada em análise. Enfim, a dificuldade aí é de comunicação, ou seja, de falta de estudo de Língua Portuguesa.

Pode até ser complicado assumir isso, mas deslizes gramaticais, falta de conhecimento de elaboração de frase e falta de técnica de leitura e de conhecimento da estrutura textual levam as pessoas a errar questão de qualquer matéria, e não somente as específicas de Português – afinal toda a prova é elaborada nesta língua.

Quando o edital tem também a parte de redação, o candidato “sua frio”, alguns desanimam, outros desistem. Isso tudo ocorre apenas por falta de conhecimento da Língua. Conhecesse bem as bases do idioma, isso seria tirado de letra, pois, para fazer uma boa redação, além desse conhecimento, só temos a necessidade de acompanhar os acontecimentos atuais ou saber bem os assuntos específicos a depender do que é pedido no edital.

Todas as disciplinas são importantes para se passar em concurso, mas Português, definitivamente, faz toda a diferença. Quem estuda com afinco esta matéria entende e acerta as outras de outras áreas com muito mais facilidade. E repito, quando eu falo em estudar Português, estou me referindo não somente à gramática, mas também à interpretação de textos e sua estrutura - entendendo a aplicabilidade da gramática no contexto.

Para isso, seguem algumas dicas: ao ler, observe a concordância entre as palavras – esse é um dos mecanismos responsáveis pela coesão textual; analise o emprego dos pronomes – vá marcando suas referências, pois isso auxilia tanto na interpretação como também nas questões objetivas; valorize os conectivos: preposição, conjunção, locuções conjuntivas, pronome relativo, expressões diversas – atentando ao valor semântico, que apresentam; não se esqueçam: os textos sempre apresentam uma ideia principal apenas, as demais são um reforço desta ideia central; por fim, observem a palavra ou as palavras que mais se repetem, elas fazem parte da ideia principal do texto.

Uma leitura mais atenta trará rapidamente o sucesso tão almejado, pois lendo melhor os textos, não só se acertam mais questões como também se faz a prova mais rapidamente do que a maioria das pessoas. E, para isso, o treino feito com esse olhar e com bastante frequência é o mais recomendado.

Se você quer chegar à frente em uma prova, concentre-se em Língua Portuguesa; depois pense no restante.

 

Luciane Sartori é graduada em Letras e Pós-Graduada em Metodologia de Ensino para Terceiro Grau. Professora Especialista em Português - gramática, interpretação de textos, redação discursiva e redação oficial. Revisora e redatora de textos há vinte e cinco anos, com vinte anos de experiência na área de concursos e professora da LFG.

 

*Conteúdo produzido pela LFG

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: