Atendimento Blog Acontece

Blog Acontece

A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar ainda mais.

Qual pós-graduação fazer: lato sensu ou stricto sensu?

LFG - Qual pós-graduação fazer: lato sensu ou stricto sensu, qual a diferença entre pós graduação  lato sensu ou stricto sensu

Que os cursos de pós-graduação são uma etapa da formação acadêmica destinada a estudantes que já concluíram a graduação (licenciatura, bacharelado ou tecnólogo), isso é comum ouvir por aí. Mas quando alguém se aprofunda no assunto e pergunta “Qual curso de especialização você pretende fazer?”; ou então “Já pensou em fazer um MBA?”, você sabe o que responder?
 
No Brasil, existem hoje dois níveis de cursos de Pós-Graduação: os de lato sensu, que são os de Especialização e MBA; e os de stricto sensu, que podem ser Mestrado, Mestrado Profissional e Doutorado.
 
Por isso, quando alguém se referir à especialização, saiba que trata-se de um programa de Pós-Graduação lato sensu que tem como objetivo preparar o profissional para atuar em áreas específicas de setores que necessitam de maior qualificação. Já os cursos denominados de MBA (Master of Business Administration), que também são de lato sensu, possuem duração mínima de 360 horas e exigem a elaboração de uma monografia ou trabalho de conclusão de curso. Ao final, e se cumpridas às exigências requeridas, o aluno recebe um certificado.
 
No caso dos cursos de pós-graduação stricto sensu, o mestrado é um curso voltado à continuidade da formação científica e acadêmica, com duração média de 2 anos, em que o aluno aprofunda seus estudos tendo como foco um tema ou questionamento central a ser discutido por meio de uma dissertação. Já o doutorado possui duração média de três anos, cuja conclusão dá-se por meio da defesa de uma tese.

Para Vanessa Pancioni, diretora de pós-graduação da LFG, a graduação não é mais a última formação do profissional e, por isso, preparar profissionais para um mercado cada vez mais exigente e em franca expansão no país é um dos objetivos dos cursos de especialização. “Esses cursos constituem uma etapa importante da formação, pois permitem o avanço profissional, ampliam a rede de relacionamentos (networking), associam os conhecimentos teóricos à experiência de mercado e aumentam a empregabilidade”, explica.

Vanessa ressalta ainda que MBAs não são só procurados pelos graduados em Administração, Contabilidade e ciências afins, mas sim por profissionais de todas as áreas, incluindo Saúde, Direito e Educação. Isto porque mais do que nunca as habilidades de gestão são valorizadas em qualquer segmento de mercado. “Competência de liderança, estratégia e noções de finanças fazem sempre a diferença”, conta.

Pronto! Agora você pode pensar na sua melhor resposta.

 

*Conteúdo produzido pela LFG

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: