Atendimento Blog Acontece

Blog Acontece

A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar ainda mais.

Conheça sete séries jurídicas para descansar e aprender

Conheça sete séries jurídicas para descansar e aprender

 

Um jeito divertido e descontraído de os advogados e estudantes de Direito ampliarem seus conhecimentos é assistindo a séries de TV que abordam tramas do mundo jurídico. Há diversas opções para os apaixonados por seriados que mostram casos polêmicos, julgamentos acalorados nos tribunais e diferentes desfechos que aliam lazer e aprendizado.

Muitos dos seriados estão disponíveis por provedores de streaming de vídeo, ou seja, com transmissão online pela internet que podem ser acompanhados onde quer que você esteja e a qualquer hora.

“As séries jurídicas de TV acabam explorando, em maioria, questões criminais e discussões mais polêmicas, que exigem análise mais crítica do estudante de Direito”, explica Alessandro Sanchez, que é professor da LFG e aficionado por seriados de drama legal.

Para o professor, os seriados jurídicos ajudam advogados e concurseiros a terem uma compreensão mais clara sobre a estrutura do Direito. Ele cita o exemplo do sistema Common Law, uma vez que muitos dos enredos são baseados no Direito norte-americano.

Os advogados podem analisar através das séries as diferenças entre a estrutura Common Law e Civil Law. O primeiro é mais utilizado nos Estados Unidos e no Reino Unido, onde o Direito se baseia mais nas decisões dos tribunais do que no texto das leis. Já o segundo é sistema adotado pelo judiciário do Brasil e que segue o que estabelecem as legislações.

 

Dicas de séries jurídicas

Apaixonado por séries, Sanchez fez uma lista dos seriados jurídicos que mais gosta e que acha que vale a pena assistir. Veja a seguir os seriados indicados pelo professor, e outros aclamados pela crítica que todo advogado deveria assistir:

 


1- Suits

O seriado canadense, criado pelo produtor executivo Aaron Korsh, estreou em junho de 2011 e tem como cenário uma firma de advocacia localizada em Nova York (EUA). Está na sexta temporada, que estreou em 13 de julho de 2016. A série foi renovada para uma sétima temporada com 16 episódios, prevista para ir ao ar ainda em 2017. No Brasil, está disponível via streaming na Netflix.

Essa série é a preferida de Sanchez, porque, segundo ele, explora tramas que demonstram com nitidez a importância da advocacia no Estado Democrático de Direito e na busca do “justo”.

“Na série Suits, o que mais me agrada é a demonstração da importância da advocacia e o debate acalorado para a reconstituição do ‘justo’ no Estado Democrático de Direito”, informa.

Na avaliação do professor, Suits tem leveza, aspecto que raramente é encontrada nas séries jurídicas, além de ser muito bem produzida. “Recomendo aos meus alunos por trazer reflexão a respeito do quanto pode ser desastrosa a análise superficial dos diversos cases apresentados”.



2- Law & Order: Special Victims Unit

Filmada também em Nova York (EUA) e criada pelo produtor Dick Wolf, a série policial estreou em setembro de 1990. Apresenta casos policiais complexos, esforços dos policiais e de promotores de justiça para solucioná-los. Sua característica principal é o cenário acusatório e investigativo. É uma série muito famosa e já consolidada no mundo e uma boa pedida para advogados.

 

3- How to get away with murder

No ar desde setembro de 2014, a série, que no Brasil ganhou o nome "Como defender um assassino", foi criada pelo produtor Peter Nowalk. Tem como tema central uma professora de Direito Penal que ensina seus alunos sobre como desvendar casos criminais complexos. Segundo o professor Sanchez, o seriado ajuda a elaborar raciocínio rápido e intuitivo durante o enredo. Está na terceira temporada no Brasil e disponível pela Netflix.

 

4- Lie to me

Essa série estreou em 21 de janeiro de 2009 e chegou ao Brasil oito meses depois. Foi exibida pela TV Record e depois pela Netflix. O psicólogo Cal Lightman, interpretado pelo ator Tim Roth, é auxiliado por sua parceira Gillian Foster (Kelli Williams), e juntos detectam fraudes observando a linguagem corporal e expressões faciais. Eles usam esse talento para ajudar a justiça a desvendar crimes.

Como a série faz análise de comportamento e expressão corporal, o professor Sanchez diz que vale a pena o estudante ou profissional de Direito acompanhar a trama e enredo que, em sua opinião, são muito bem desenvolvidos. "Percebe-se novas tecnologias de investigação que podem ser implementadas em nosso cenário jurídico, além de trazer conhecimento das técnicas de comunicação não somente para se expressar melhor, mas principalmente para desenvolver agilidade de raciocínio em audiências e debates", avalia.

 

5- The Good Wife

Lançada em 22 de setembro de 2009, a série criada por Robert King e Michelle King, os mesmos autores de In Justice, mostra o drama de um tribunal. A advogada Alicia Forrick (Julianna Margulies) é forçada a voltar a trabalhar após um escândalo e colocar seu marido atrás das grades. A série mostra aos advogados casos polêmicos e defesas nos tribunais, além da competição do mercado de trabalho na área jurídica.

 

6- Scandal

A série mostra como uma poderosa equipe de advogados de Washington D.C. (EUA) faz escândalos desaparecerem e soluciona crises no governo. A trama, lançada em 2012, produzida pela ABC Studios e ShondaLand, está na quinta temporada no Brasil, exibida pela Netflix. A protagonista é Kerry Washington, que interpreta Olivia Pope, uma ex-funcionária da Casa Branca responsável pela criação da Pope & Associates, uma empresa de gestão de crises composta por advogados e investigadores. O seriado mostra como o grupo media crises empresariais e políticas de seus clientes antes que causem escândalo.

 

7- Billions

Criada por Brian Koppelman, David Levien e Andrew Ross Sorkin, a série estreou em janeiro de 2016. O seriado é baseado nas atividades do promotor federal Chuck Rhoades (Paul Giamatti), que inicia uma investigação implacável contra Boby Axelrold (Damian Lewis), um dos bilionários mais poderosos de Wall Street em Nova York (EUA) que nunca está disposto a perder. A série mostra como o procurador conduz investigações para coibir crimes políticos e financeiros, além do uso de instrumentos de controle para o cumprimento da lei. Está na segunda temporada no Brasil, exibida pela Netflix.

Essas são apenas alguns exemplos de séries de TV que você pode assistir em seus momentos de lazer para ampliar seus conhecimentos sobre Direito. Há uma infinidade de outros títulos de trama legal que são uma boa pedida para quem quer estudar e descansar ao mesmo tempo. Talvez você já tenha um seriado preferido para se divertir e dominar conceitos do mundo jurídico, mas sempre há espacinho para mais um!

 

Conteúdo editado pela LFG, referência nacional em cursos preparatórios para concursos públicos e Exames da OAB, além de oferecer cursos de pós-graduação jurídica e MBA.

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: