Atendimento Blog Acontece

Blog Acontece

A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar ainda mais.

Dá para prestar concursos públicos com pouco tempo para estudar?

LFG - Dá para prestar concursos públicos com pouco tempo para estudar?

 

Já sabemos que a rotina dos concurseiros é puxada, intensa, cansativa e demanda muito tempo das nossas vidas. Imagine, então, conseguir a aprovação no concurso público dos sonhos com pouco tempo para a preparação.

Existem diversos casos de candidatos que foram aprovados em concursos públicos muito concorridos no primeiro concurso que prestaram e com pouco tempo de estudo, mas essa não é a regra.

A estatística mostra que criar boas chances de passar em concursos públicos demanda tempo, pois é preciso aprender a estudar o conteúdo e a entender o jeito certo de fazer as provas.

Mas é possível, sim, ser aprovado em um concurso público com pouco tempo para a preparação. Porém, isso exige muito mais dedicação, foco e há algumas regras para que aumentem as chances de sucesso.

 

ESTUDANTE FREQUENTE X ESTUDANTE EVENTUAL

Existem duas situações diferentes. Uma é a do candidato que vem se preparando há algum tempo e foi pego de surpresa com a publicação de um edital. Outra, é a do candidato que não se prepara constantemente, mas se interessou por uma vaga e a prova acontecerá em breve.

 

ESTUDANTE EVENTUAL

Para o estudante eventual, ou seja, o candidato que não estuda com frequência para concurso, mas vez ou outra se interessa por um edital e decide fazer a prova, a recomendação é que ele continue, sim, prestando os concursos, mas que esteja consciente de que suas chances são menores do que as das outras pessoas se dedicam há mais tempo.

Nesse caso, especialistas explicam a importância de que ele busque maneiras de preparação mais diretas e menos teóricas como, por exemplo, focar em aulas expositivas ministradas por professores experientes de cursos preparatórios e na resolução de questões de provas anteriores, em vez de ficar apenas na leitura de livros.

 

ESTUDANTE FREQUENTE

Já no caso do candidato que se prepara para passar em concursos públicos há um certo tempo, foi pego de surpresa pela publicação de um edital e tem pouco tempo para estudar, uma dica dos especialistas é não se aventurar em concursos muito diferentes de sua área de interesse e das provas que já vem prestando.

Isso pode gerar desperdício de tempo, de dinheiro e ainda tirar o foco em relação ao verdadeiro objetivo traçado anteriormente pelo estudante. Fora a frustração e desânimo que, naturalmente, aparecem em casos de reprovação.

Mas se o concurso escolhido tem disciplinas idênticas ou próxima das provas que o candidato já vem estudando, as chances de ir bem e conseguir aprovação no concurso público são maiores. Isso porque, como a preparação vem sendo feita, o concurseiro provavelmente já estudou a maioria das matérias e então terá tempo suficiente para revisar o que já foi estudado, além de poder encarar novos conteúdos.
Desde que o candidato esteja focado e se prepare com afinco, ainda que com pouco tempo para estudar, a recomendação é que ele sempre preste o concurso que se interessa, pois, além de aumentar o entendimento sobre as matérias, e de praticar e desenvolver sua melhor técnica para realizar as provas, o conhecimento adquirido nesse tempo de estudo não será em vão.

Assim, mesmo que não seja aprovado nessa oportunidade ele estará mais perto do sucesso nas próximas provas que prestar.

 

Conteúdo produzido pela LFG, referência nacional em cursos preparatórios para concursos públicos e Exames da OAB, além de oferecer cursos de pós-graduação jurídica e MBA.

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: