Atendimento Blog Acontece

Blog Acontece

A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar ainda mais.

Dicas para a 1ª fase do XXI Exame da OAB

LFG - Dicas para a 1ª fase do XXI Exame da OAB

A preparação para o Exame de Ordem dos Advogados do Brasil demanda uma série de pontos de atenção por parte dos estudantes, desde o equilíbrio psicológico até a realização de simulados, provas anteriores e muita leitura. Mas a cobrança do novo Código de Processo Civil (CPC), que aconteceu pela primeira vez no exame passado (XX), ainda é o principal desafio para os examinandos que farão a prova da 1ª Fase do XXI Exame da OAB, no próximo dia 27.

Para João Aguirre, professor da LFG, os examinandos devem estar atentos uma vez que o tema foi pouco abordado na prova anterior. “O novo código de processo civil causa impacto em diversas disciplinas que são cobradas no Exame da OAB, como Direito Civil, Direito do Consumidor, entre outras”, explica Aguirre.

Outro ponto que os especialistas destacam como fundamental para os dias que antecedem a prova é a realização de simulados e provas anteriores. Para o professor da LFG Nestor Távora, para que essa prática seja efetiva, é preciso estar atento a alguns pontos, como a confiabilidade e a atualidade do conteúdo. “É comum localizar simulados na internet que estão com informações ultrapassadas, o que é mais frequente na área jurídica, por alteração normativa e inovações jurisprudenciais”, afirma Távora.

O Acontece listou dicas importantes sobre o novo CPC e para a prática de simulados. Confira!

CPC – por Renato Montans, professor da LFG:

1) a incompetência relativa agora é alegada em preliminar de contestação (e não mais em exceção);

2)
o juízo de admissibilidade da apelação é feito diretamente pelo Tribunal (na pessoa do relator) e não mais pelo juízo de primeiro grau;

3) o recurso pode ser indeferido por falta de fundamentação e pode-se fixar honorários advocatícios em fase recursal;

4) nenhuma decisão poderá ser proferida no processo (mesmo aquelas matérias que podem ser conhecidas de ofício) sem que a parte seja previamente ouvida;

5) o réu, em todos os processos que admitam autocomposição, será citado não para se defender, mas para comparecer a audiência de conciliação e mediação. Essa audiência é obrigatória e somente não ocorrerá com a negativa de ambas as partes;

Simulados:

1) recorra a fontes confiáveis, com tradição na elaboração e preleção de questões;

2) escolha simulados que possuem similaridade com as provas aplicadas pela banca examinadora do concurso que você prestará;

3) controle o tempo, medindo o seu dinamismo na evolução da prova;

4) observe os temas mais cobrados nas questões e aprofunde os estudos, suprindo eventuais deficiências.

 

*Conteúdo produzido pela LFG  

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: