Atendimento Blog Acontece

Blog Acontece

A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar ainda mais.

Dia do servidor público: Conheça a trajetória de pessoas que passaram em concursos

LFG - Dia do servidor público: Conheça a história, trajetória de pessoas que passaram em concursos

O Brasil conta com 6,5 milhões de servidores públicos nas administrações municipais e 3,2 milhões nas estaduais, segundo dados do Perfil dos Estados e Municípios Brasileiros de 2014 divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já na esfera Federal, um levantamento feito por José Celso Cardoso, economista e pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), aponta que são 600 mil servidores.

São mais de 10 milhões de empregados do setor público em todo o país, com uma maioria formada por pessoas que conquistaram a posição por meio de concurso. Por isso, o Acontece selecionou algumas trajetórias de sucesso de alunos da LFG para homenagear esses profissionais, que contribuem para o crescimento do país e também desempenham funções que impactam direta e indiretamente na vida de todo cidadão brasileiro.

Kaique Knothe

Formado em engenharia mecânica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em 2012. Durante a graduação estudou por três ano e meio na Ecole Centrale de Nantes, na França. Depois disso começou a carreira em uma empresa de consultoria estratégica, mas decidiu seguir a carreira pública e em 2013 foi aprovado no concurso para engenheiro do Ministério da Fazenda.

No entanto, seu objetivo principal era se tornar auditor da Receita Federal. Como estratégia de estudo, fez outros oito concursos, dos quais foi aprovado em quatro até que, em 2014, foi aprovado em 1º lugar para o tão almejado cargo.

Atualmente, Kaique está no 3º ano do curso de Direito da Universidade São Francisco e almeja o cargo de juiz.

Andréia Ricas Palhares

Com apenas 19 anos de idade e no terceiro ano do curso de Direito da Universidade Federal do Mato Grosso, Andréia ingressou na carreira jurídica como estagiária no Ministério Público do Estado e, por lá, manteve-se durante seis meses.

Logo depois tornou-se estagiária no Ministério Público Federal, onde seu principal objetivo era conhecer as diferenças práticas no dia a dia em relação ao MP-MT. Desta maneira acumularia mais conhecimento para seu crescimento profissional. Na época, a estudante tinha 20 anos de idade e já estava no quarto ano da graduação. Foi então que pensou em prestar seu primeiro concurso público, já almejando um novo salto na carreira pública.

Depois de algum tempo se preparando, a estudante foi aprovada para os dois cargos que se candidatou. Para Técnico Administrativo do Ministério Público da União, ficou em sexto lugar. E para Analista Processual do MPU, na 12ª posição. Andréia optou por tomar posse do primeiro cargo conquistado. “Àquela altura, já estava almejando o cargo de Procuradora da Fazenda. E seria muito importante passar pelo maior número de experiências”, conta.

Após pouco menos de um ano trabalhando como técnica administrativa, Andréia ocupou o cargo de analista e manteve a rotina de estudos conciliando a faculdade, o trabalho e a preparação para o concurso da Procuradoria da Fazenda Nacional (PFGN).

Em 2012, fez a primeira de cinco etapas da seleção, que durou um ano. Nessa época, Andréia estava com 22 anos de idade e já formada na graduação. Isto porque, em 2011, antecipou sua formação ao fazer dois semestres em um. Em julho de 2013, aos 23 anos, tomou posse como procuradora. O concurso contou com 350 aprovados e Andréia ficou em 96º lugar.

O professor da LFG, Nestor Távora, pede que os concurseiros não pensem apenas em fatores como o retorno financeiro proporcionado pela carreira pública. “O candidato deve levar em consideração fatores como perfil profissional, aptidões e área de atuação, dentre outros pontos fundamentais para atingir o verdadeiro objetivo, que é a realização profissional”, conclui Távora.

Os servidores de hoje são os concurseiros de ontem. Acredite!

 


 *Conteúdo produzido pela LFG

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: