Blog Acontece

Este canal é feito especialmente para você que busca dicas de estudos, notícias e artigos do mundo jurídico, preparação para provas de concursos públicos e OAB, entre outros temas relevantes do segmento em que atuamos. Acompanhe nossas publicações e amplie ainda mais seus conhecimentos.

Lei garante reconstrução total das mamas em caso de câncer

Lei garante reconstrução total das mamas em caso de câncer

 

O mês de outubro é marcado em todo o Brasil pelas campanhas relativas a prevenção do câncer de mama. Afinal, somente no país, neste ano, a prévia de diagnósticos seguirá os anos anteriores, com um aumento entre 25% e 29% dos casos, em relação ao ano anterior. A estimativa, divulgada pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e divulgada pela Agência Brasil, trata do tipo mais comum da doença entre mulheres.

 

Além das campanhas, algumas iniciativas têm sido criadas para melhorar a vida de quem é diagnosticado previamente com a doença. Um dos exemplos positivos é a Lei Federal (nº 13.770), sancionada no final de 2018, que entrou em vigor recentemente - após os 180 dias de sua publicação.

 

A Lei garante a reconstrução da mama para vítimas da doença. Segundo o texto da norma, os procedimentos de simetria da mama e de reconstrução, envolvem o complexo aréolo-mamilar e agora são considerados partes integrantes da cirurgia plástica, diretamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

 

Forma imediata para reconstrução

 

Ainda de acordo com o estabelecido na Lei, a reconstrução da mama deve ser feita de forma imediata. A medida garante o direito ao procedimento de tornar simétricas ambas as mamas, em mulheres submetidas à retirada - parcial, ou integral, que a paciente tenha condições clínicas para a nova cirurgia.

 

No entanto, em situações em que a reconstrução não for possível imediatamente, a paciente tem o direito de fazê-la assim que houver condições clínicas para sua realização.

 

Como acontece o câncer de mama

 

Dados do Inca explicam que o câncer de mama acontece pela multiplicação desordenada de células da mama. Essa multiplicação leva à formação de células anormais, constituindo um tumor. Entretanto, são vários tipos de câncer de mama e a doença pode evoluir, de forma diferente, em cada um dos casos.

 

O câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo é também um dos que mais têm chance de cura. Por isso, é muito importante a realização de exames periódicos, principalmente as mamografias, para mulheres após os 40 anos. Homens, em casos mais raros, também podem ser acometidos pela doença.

 

Autoexame e prevenção

 

Com um alto número de cura, o câncer de mama pode ser inicialmente diagnosticado dentro de casa. Assim, se você tem mais de 20 anos de idade, pode tirar um tempo para realizá-lo. O exame de mamas pode ser feito em frente ao espelho, em pé ou deitada. O procedimento é simples:

 

Em frente ao espelho:

 

1. Fique em frente ao espelho
2. Veja os dois seios, primeiramente, com os braços abaixados
3. Coloque as mãos na cintura e faça um pouco de força
4. Depois, coloque as mãos atrás da cabeça e veja o tamanho, posição e forma do mamilo
5. Toque as duas mamas suavemente e observe, textura da pele e também se há formação de pequenos nódulos
6. Pressione levemente o mamilo e veja se há saída de secreção.

 

Deitada na cama:

 

1. Use uma toalha dobrada embaixo do ombro do mesmo lado da mama que irá examinar
2. Faça movimentos circulares com a mão, com uma leve pressão
3. Apalpe a metade externa da mama e depois as axilas

 

Em pé (pode ser durante o banho):

 

1. Levante seu braço esquerdo e apoie-o sobre a cabeça;
2. Com a mão direita esticada, examine a mama esquerda;
3. Divida o seio em faixas e analise devagar cada uma dessas faixas. Use a polpa dos dedos e não as pontas ou unhas
4. Sinta a mama
5. Faça movimentos circulares, de cima para baixo
6. Repita os movimentos na outra mama.

 


A prevenção é o melhor remédio para que as estatísticas continuem sendo positivas sobre a cura do câncer de mama entre mulheres. No entanto, caso você sinta algum nódulo ou mudança na textura ou mesmo tamanho das mamas, procure um médico ginecologista. É este especialista quem realiza o exame clínico e também solicita o exame de mamografia.

 

 

 

 

 

Conteúdo produzido pela LFG, referência nacional em cursos preparatórios para concursos públicos e Exames da OAB, além de oferecer cursos de pós-graduação jurídica e MBA.

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você:

Central de Vendas
×

Central de Vendas

4020-2108

O atendimento é feito de 2ª a 6ª feira, das 08h às 20h, exceto feriados. Horário de Brasília.


ou


Nós ligamos para você: