Blog Acontece

Este canal é feito especialmente para você que busca dicas de estudos, notícias e artigos do mundo jurídico, preparação para provas de concursos públicos e OAB, entre outros temas relevantes do segmento em que atuamos. Acompanhe nossas publicações e amplie ainda mais seus conhecimentos.

Quer estudar fora do Brasil? Veja quais os caminhos

Quer estudar fora do Brasil? Veja quais os caminhos

 

Os motivos de quem busca estudar fora do Brasil são inúmeros. Pode ser que o estudante queira apenas conhecer novos idiomas, culturas e pessoas. Há quem deseje se especializar em uma área afim ou complementar seus estudos com a continuação de uma graduação no exterior. Em outros casos, mudar de ares e vivenciar experiências diferentes também entra para o rol de alternativas e escolhas.

 

No entanto, se você tem esse ideal, é aconselhável ter um direcionamento correto para que nada de errado aconteça em sua empreitada. Ser assertivo é a palavra de ordem, uma vez que, muitas vezes, será feito um investimento alto:


por exemplo, um MBA em uma universidade renomada - dependendo de sua duração e condições financeiras, sai por volta de US$ 500 mil (exemplo para o MBA na universidade Colúmbia, em Nova York, com duração de dois anos). Este valor, claro, será revertido em conhecimento.

 

Além disso, as universidades e entidades de cursos em outros países apreciam a troca de cultura entre intercambistas e, em sua maioria, são bem receptivas com alunos estrangeiros. Alguns passos devem ser seguidos - não necessariamente nesta ordem. Vamos a eles:

 

Planejar para acertar

 

O que você deseja ao estudar fora do Brasil? Definir e planejar são palavras de ordem. Afinal, cada um tem um tipo de interesse quando busca um intercâmbio. Por isso, medidas devem ser tomadas de forma segura, dentro das múltiplas opções: há quem queira fazer um intercâmbio cultural, quem pense em fazer MBA ou pós-graduação (mestrado, doutorado e pós-doutorado).

 

Também têm os que estão interessados em turismo educacional. Trata-se, por exemplo, viajar para conhecer e se aprofundar em museus, bibliotecas, teatros, entre outros meios de absorção de cultura e conhecimento. Diante das opções, repense seu perfil acadêmico. Aqui, vale observar como foi sua vida acadêmica, desde a escola até a graduação. Pense também que, ao fazer um intercâmbio para quaisquer tipo de estudos, será necessário se dedicar bastante, em uma rotina bem formulada, para que tudo valha a pena.

 

Conversar com outros professores, além de pessoas que passaram pela experiência de estudar fora do Brasil é fundamental. É claro que cada um vive a experiência de uma forma única. Mas é exatamente aí que está o lado proveitoso: o de conhecer e antecipar as vivências, por meio de referências pessoais, que podem auxiliá-lo profundamente.

 

Lembre-se também que, se sua intenção for a continuidade de seus estudos, como pós-graduação e MBA, a fluência no idioma é essencial. Por isso é fundamental a escolha exata do lugar.

 

Não se esqueça também que é preciso estar com os documentos em dia. Por isso, a verificação de como funcionam as leis do país de destino não pode ficar em branco. O país exige visto de estudante? Como funciona a inscrição para obtenção do visto? É permitido trabalhar enquanto estuda? Todas essas informações têm que ser muito bem acertadas.

 

Outro ponto é a realização de um seguro de viagem. Além de ser obrigatório para a maioria dos países, é este documento que assegura sua vida em um local distante. Além do passaporte e do seguro de viagem é obrigatório acertar antes de partir: as passagens aéreas, a moradia, custo com alimentação, transporte e possíveis viagens complementares, entre outros gastos corriqueiros.

 

Como é o processo de candidatura

 

A aplicação (do inglês, application) é o que faz com que você informe à instituição que deseja estudar, que gostaria de se candidatar a uma vaga por lá.
Você vai precisar de seu histórico escolar, diploma e outros certificados, além de cartas de recomendação, realização dos exames necessários e preenchimento dos formulários. Assim, segure a ansiedade e torça para ser aprovado.

 

Algumas instituições internacionais, por mais que tenham grande interesse em admitir alunos estrangeiros, exigem que este tenha certificados como por exemplo o Toefl e o Ielts. Saem da lista das que solicitam os certificados àquelas que são voltadas ao ensino do idioma. Portanto, se você não é fluente no idioma local ou mesmo não possui alguns dos certificados, o ideal é começar seu intercâmbio estudantil pelo estudo do idioma.

 

Em todo o processo é importante e fundamental fazer uma longa pesquisa que envolva: o curso que deseja, o local, a instituição, o corpo docente, bem como depoimentos de alunos e ex-alunos.

 

Bolsas de estudo no exterior

 

Um dos caminhos mais procurados por estudantes é a bolsa de estudos no exterior. A boa notícia é que existem diversas formas de consegui-la. Para tanto, é preciso seguir alguns passos para se aproximar de uma contemplação financiada por instituições, empresas ou mesmo pelas próprias universidades. O primeiro deles é preencher seu currículo com atividades diferenciadas.

 

Trabalho voluntário, monitoria em seu curso da graduação, participação em grêmios esportivos, de recreação ou em cursos de teatro e até informática. Cada atividade extracurricular pode contar pontos positivos na seleção de alunos. Além disso, é importante a participação ativa em cada uma destas atividades. Tudo porque, durante o processo seletivo, podem acontecer entrevistas que envolvam as questões afins à essas.

 

Os trabalhos extracurriculares complementarão outro quesito avaliado: seu desempenho escolar. As universidades fora do Brasil valorizam os alunos com as melhores notas. Portanto, suas notas altas valem mais no processo de seleção e pode ser usada como critério de desempate, diante de muitos concorrentes. Além disso, melhorar a proficiência no idioma falado no país, auxilia a aumentar as chances de conquistar sua bolsa. Boa sorte e boa viagem!

 

 

 


Conteúdo produzido pela LFG, referência nacional em cursos preparatórios para concursos públicos e Exames da OAB, além de oferecer cursos de pós-graduação jurídica e MBA.

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: