Blog Acontece

Este canal é feito especialmente para você que busca dicas de estudos, notícias e artigos do mundo jurídico, preparação para provas de concursos públicos e OAB, entre outros temas relevantes do segmento em que atuamos. Acompanhe nossas publicações e amplie ainda mais seus conhecimentos.

Bancos federais brasileiros chegam a pagar 6 mil reais para técnicos

LFG - Bancos federais brasileiros chegam a pagar 6 mil reais para técnicos

 

Os cargos de nível médio de bancos como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco Central (Bacen) são alguns dos mais promissores da carreira pública. Isto porque oferecem salários, benefícios e experiência de mercado com forte potencial para gerar grande desenvolvimento aos profissionais.

 

Quem pretende atuar como técnico do Bacen conta com salário inicial de R$ 6.463,44. A Caixa garante salário inicial de R$ 2.932,32 para seus técnicos bancários, sendo R$ 2.025 de vencimento-base, R$ 509,96 de auxílio-alimentação/refeição e R$ 397,36 de cesta-alimentação. Já o Banco do Brasil, para o cargo de escriturário, oferece rendimento mensal inicial que neste mês passará para R$ 3.613,58, após o último acordo com o sindicato.

 

De acordo com portaria divulgada pelo Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG), só o Banco do Brasil tem carência de mais de 3,5 mil vagas para o cargo de escriturário. Por conta disso, o lançamento de um edital está previsto ainda para esse ano.

 

Além disso, a Caixa possui um processo judicial em andamento para a abertura de concurso ainda em 2016. Já o Banco Central enviou uma nova solicitação ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para a realização de um concurso capaz de selecionar 990 profissionais, sendo 150 deles para a função de técnico.

 

Basicamente, as atividades desempenhadas pelos profissionais que ocupam os cargos acima citados envolvem o atendimento aos clientes e ao público em geral, tanto para o esclarecimento de dúvidas quanto para o oferecimento de produtos e serviços disponíveis.

 

Veja abaixo algumas atividades requisitadas por cada um dos bancos para os determinados cargos de acordo com os editais já divulgados e com a Lei nº 9.650/98.

 

 

Caixa Econômica:

 

atividade administrativa destinada a prestar atendimento aos clientes e ao público em geral, efetuando operações diversas, executando atividades bancárias e administrativas, incluindo a comercialização de produtos e serviços, efetivação de cálculos e controles numéricos, inserção 2 e consulta de dados em sistemas operacionais informatizados e auxílio em sua manutenção e em seu aperfeiçoamento, bem como realização de operações de caixa, quando habilitado, de forma a contribuir para a realização de negócios, possibilitando o alcance das metas, o bom desempenho da Unidade e a satisfação dos clientes internos e externos.

 

 

Banco do Brasil:

 

comercialização de produtos e serviços do Banco do Brasil S.A., atendimento ao público, atuação no caixa (quando necessário), contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários; redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; controles estatísticos; atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados e execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do Banco do Brasil S.A.

 

 

Banco Central:

 

Desenvolvimento de atividades técnicas e administrativas complementares às atribuições dos Analistas e Procuradores do Banco Central do Brasil, apoio técnico-administrativo aos Analistas e Procuradores do Banco Central do Brasil no que se refere ao desenvolvimento de suas atividades, execução de atividades de suporte e apoio técnico necessárias ao cumprimento das competências do Banco Central do Brasil que, por envolverem sigilo e segurança do Sistema Financeiro, não possam ser terceirizadas, em particular as pertinentes às áreas de:

 

a) tecnologia e segurança da informação voltadas ao desenvolvimento, à prospecção, à avaliação e à internalização de novas tecnologias e metodologias; e (Incluído pela Lei nº 11.344, 2006)

 

b) programação e execução orçamentária e financeira, de contabilidade e auditoria, de licitação e contratos, de gestão de recursos materiais, de patrimônio e documentação e de gestão de pessoas, estrutura e organização; (Incluído pela Lei nº 11.344, 2006), entre outras.

 


*Conteúdo produzido pela LFG

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: