Blog Acontece

Este canal é feito especialmente para você que busca dicas de estudos, notícias e artigos do mundo jurídico, preparação para provas de concursos públicos e OAB, entre outros temas relevantes do segmento em que atuamos. Acompanhe nossas publicações e amplie ainda mais seus conhecimentos.

Ministério do Planejamento mantém adiamento do concurso para auditor e analista da Receita Federal

LFG - Ministério do Planejamento mantém adiamento do concurso público para auditor e analista da Receita Federal

 

Apesar das informações reveladas pelo levantamento de abril do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), que aponta que das 37.128 vagas da Receita Federal apenas 17.339 estão ocupadas, o ministro do Planejamento Dyogo de Oliveira afirmou que a proposta de orçamento do governo para 2017 não prevê a realização de novos concursos.

 

De fato, o relatório confirma tal informação.

 

Mesmo assim, recentemente a Receita enviou ao MPOG um pedido para a abertura de 1.000 vagas, sendo 600 para analista tributário e 400 para auditor fiscal, pois há uma grande defasagem de profissionais.

 

Além disso, o Ministério da Fazenda também enviou ao órgão um pedido para a realização de concurso para 2.495 vagas em cargos de nível médio e superior.

 

O Acontece conversou com Roberto Caparroz, auditor-fiscal e professor da LFG, sobre a importância de manter a preparação para o concurso mesmo sem previsão de publicação do edital. Ao fim da matéria, o canal também dá acesso às provas aplicadas nos últimos concursos para reforçar a preparação.


- O senhor acredita que o interessado em ingressar nestas carreiras deve começar a se preparar desde já?

 

Sem dúvida, pois o concurso tem muitas matérias e a disputa será bastante acirrada, de forma que é importante iniciar os estudos o quanto antes.


- Como deve ser a preparação para os concursos que selecionam auditores e analistas?

 

O aluno deve se preparar para todas as matérias, com especial atenção para as de legislação (tributária e aduaneira), bem como comércio internacional e direito tributário, pois são os temas que também serão exigidos na prova discursiva.


- Quais são as principais características da Escola de Administração Fazendária (ESAF), banca que costuma organizar as seleções da Receita Federal?

 

A prova da ESAF é bastante complexa e extensa, com questões de múltipla escolha que exigem dos candidatos conhecimento aprofundado das matérias.


- O candidato que se prepara para auditor fiscal também já ficará preparado para analista tributário? Quais são as diferenças na preparação para estas carreiras?

 

O candidato pode se preparar simultaneamente para as duas carreiras. O analista tributário exerce funções auxiliares, mas de grande importância para a administração tributária. Já os auditores são responsáveis pelos lançamentos tributários e pelos procedimentos de fiscalização nas empresas.

 


*Conteúdo produzido pela LFG

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: