Atendimento Blog Acontece

Blog Acontece

A LFG acredita que uma boa apresentação vai além dos materiais didáticos; por isso, disponibiliza um portal de conteúdos completo para você se aprofundar ainda mais.

Como uma alimentação saudável pode ajudar nos estudos

LFG - Como uma alimentação saudável pode ajudar nos estudos

Por Natália Lima


Gosto muito da frase “Falta de tempo é desculpa daqueles que perdem tempo por falta de métodos”, que pertence a alguém que talvez você conheça.

Concordo com Albert Einsten, pois acredito que, em 99% dos casos, há sim, tempo para se ter uma alimentação saudável, em conjunto com a preparação para provas e concursos públicos. Porém, esse tempo não é descoberto porque a saúde deixa de ser prioridade. A alimentação fica sempre em segundo lugar. O resultado é que o nosso organismo acaba por sentir os efeitos da baixa de suprimentos benéficos.

Um corpo com falta de alguns nutrientes não funciona direito. Afinal, é sabido que trabalhamos como uma máquina, potente e complexa. A má alimentação prejudica seu desempenho nos estudos, por meio da disfunção do sono e baixa concentração. É dormindo que se aprende! Por outro lado, um organismo bem nutrido funciona de forma otimizada, refletindo benefícios de dentro para fora.

 

Pensando nisso, separei algumas dicas práticas para ajudar:

•    Hoje já existem diversas empresas de congelados saudáveis que vendem tanto pratos completos, como porções individuais de proteína, carboidrato e vegetais. Vale a pena deixar alguns coringas no freezer e consumir naqueles dias em que a preguiça bater ou o cansaço chegar, após dias intensos de estudo;

•    Tenha sempre latinhas de atum light, peito de peru ou peito de frango desfiado em casa. A versatilidade desses produtos nos permitem variar as preparações com muita praticidade. Você poderá usá-los para fazer uma salada, sanduíche ou wrap, enriquecer uma sopa, e muito mais;

•    Congele! Tire um dia da semana para cozinhar (que tal aos domingos?) e faça uma quantidade maior do que vai consumir naquela hora. Separe potes pequenos e congele porções individuais para os demais dias da semana;

•    Muita gente não faz salada em casa, pois tem preguiça de lavar as folhas, e não compra as higienizadas porque normalmente o pacote é grande e acaba estragando. Nesse caso, uma boa opção são as folhas baby. Fácil de encontrar nos supermercados;

•    Você é daqueles que não sabe nem fritar um ovo? Use o microondas! Já existem recipientes seguros para fazer ovos “fritos” e omelete lá. E o melhor de tudo, sem usar nem um pingo de óleo!

•    Compre as frutas já cortadas e em porções nos supermercados ou hortifrútis. Apesar de mais caras, a vantagem é pagar um pouco mais caro por uma pequena porção de melancia, por exemplo, do que pagar barato numa melancia inteira e ter que jogar metade fora.

Quem quer, vai atrás, dá um jeito! Sem desculpas. E, acredite: ser saudável é viciante!

Bons estudos! E alimente-se bem!

*Natália Lima é coach especializada em concursos públicos.


*Conteúdo produzido pela LFG

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: