Blog Acontece

Este canal é feito especialmente para você que busca dicas de estudos, notícias e artigos do mundo jurídico, preparação para provas de concursos públicos e OAB, entre outros temas relevantes do segmento em que atuamos. Acompanhe nossas publicações e amplie ainda mais seus conhecimentos.

4 técnicas de memorização para potencializar os estudos

LFG - Técnicas de memorização para potencializar os estudos

 

Materiais de qualidade, excelentes professores, rotina de estudos. Tudo isso certamente contribui para o bom desempenho na prova que levará o estudante àquele tão sonhado cargo público. Porém de nada adiantará todas essas ferramentas se não houver capacidade de memorizar todo o conteúdo – ainda mais se ele não souber controlar o emocional durante a realização do teste.

 

Felipe Lima, especialista em técnicas de memorização e professor da LFG, diz que para estimular a memória– visando compreender e aprender o que está nos livros e apostilas e aumentar as chances de manter bem claro na mente, e por um longo período, o que está dito numa disciplina – é importante levar em consideração quatro fatores importantes:

 


1. Vivência mental da prova

 

“Feche os olhos e vivencie mentalmente que você está dormindo bem no dia anterior à prova, acordando maravilhosamente bem no grande dia, tomando banho ouvindo música, saindo de casa feliz, tranquilo, confiante e principalmente com aquele olhar determinado.

 

Vivencie chegar ao ponto de prova, receber e responder a prova, entregar o gabarito, conferir e comentar que a sua pontuação foi excelente”, aconselha Lima.

 

Vivenciar a alegria de receber e comemorar o resultado da aprovação nas duas fases envia uma mensagem em forma de imagens para o inconsciente, que passa a acreditar que todos os dias o indivíduo faz uma prova, às vezes mais de uma vez.

 

Desta maneira, o cérebro aprende a encarar a experiência como algo corriqueiro e encarado com muito mais tranquilidade e confiança.

 


2. Merecimento

 

“Você precisa valorizar tudo o que tem feito para merecer a sua aprovação e conquistar o seu sucesso. Olhe para a prova e lembre-se de tudo o que você fez, todo o tempo e energia dedicados para fazer o seu melhor. Talvez você não tenha feito tudo o que planejou, mas não perca tempo se culpando pelo que poderia ter feito.

 

Alegre-se pelo que você fez e enfrente a prova de frente, com a confiança de quem vai fazer dar certo – até dar certo!”, afirma o especialista.

 


3. Absurdo que faz aprender e lembrar

 

“A memória pode ser estimulada pelo uso do absurdo. Isso porque tudo o que foge do padrão, ou seja, que não é comum tende a ser memorizado com mais eficiência e lembrado com maior facilidade e agilidade. O absurdo pode ser utilizado pelo uso do humor, do nojo ou da vulgaridade.

 

Quando uma matéria é estudada por meio de um exemplo de algo engraçado, a emoção do caso descrito faz com que ele seja assimilado de forma diferenciada. O que é nojento gera repulsa e também aprendemos com mais facilidade. Mas o mais potente método de memorização é a vulgaridade.

 

Muitas propagandas de cerveja, por exemplo, fazem uso da vulgaridade para gerar impacto e promover uma lembrança em longo prazo da mensagem transmitida. O absurdo é uma das bases para a elaboração de mapas mentais eficientes”, conta Lima.

 


4. Mapas mentais

 

O profissional ainda destaca a importância de elaborar um mapa mental. “A técnica é uma forma de registrar por escrito o conhecimento da matéria de forma a garantir um excelente poder de memória e revisões muito rápidas.

 

Eles permitem que tudo aquilo que foi estudado seja lembrado com facilidade por um longo período. Funcionam muito bem, por exemplo, com artigos de lei, súmulas, resumos de aulas e até de doutrinas”, explica Lima.

 


Elaborando um mapa mental:

 

1 - Escrever do centro para as extremidades da folha;

 

2- Usar letras exageradamente grandes;

 

3- Usar cores diferentes;

 

4- Abreviar o máximo possível, eliminando informações muito óbvias ou redundantes;

 

5- Usar imagens para cada ideia ou tópico abordado.

 

 

 

*Conteúdo produzido pela LFG

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: