Blog Acontece

Este canal é feito especialmente para você que busca dicas de estudos, notícias e artigos do mundo jurídico, preparação para provas de concursos públicos e OAB, entre outros temas relevantes do segmento em que atuamos. Acompanhe nossas publicações e amplie ainda mais seus conhecimentos.

Sabe usar corretamente algumas expressões da língua portuguesa?

Sabe usar corretamente algumas expressões da língua portuguesa?

 

Algumas formas de uso de palavras da língua portuguesa podem mudar completamente o sentido e significado quando aplicadas em uma determinada frase ou sentença. Há casos, por exemplo, em que a ordem da colocação de preposições altere este significado para o contrário do que deveria ser dito.

 

Por isso, o blog Acontece LFG separou algumas das expressões que podem causar esse tipo de confusão na hora da redação de provas de concursos, interpretação de textos ou mesmo para quem redige processos, petições entre outros documentos. Confira.

 

À medida / Na medida

 

Locução conjuntiva é aquilo que, em uma frase, indica o uso de uma ou mais palavras com valor de conjunção. Um dos exemplos que podem confundir no uso de uma locução conjuntiva é o “à medida que” ou “na medida”. Com o objetivo de ligar duas orações, os termos - neste caso, possuem significados diferentes.

 

A locução conjuntiva “à medida” é proporcional e pode ser substituída pela sentença “à proporção que”. Desta forma, seu significado implica em uma comparação com a mesma igualdade de aumento ou diminuição. Veja no exemplo:

 

À medida que nos aproximamos do problema, parece que as dificuldades ficam maiores.

 

Já o “na medida” refere-se a uma locução conjuntiva causal, pois sempre haverá para seu uso a necessidade de causa ou consequência. A sentença pode ser substituída por “já que”, “tendo em vista que”, “visto que”, entre outros. Confira o exemplo:

 

Na medida em que os anos passam, ficamos mais experientes, pois adquirimos mais conhecimento.

 

 

A princípio / Em princípio


Com significados diferentes, os termos “a princípio” e “em princípio” pertencem a outro caso confuso na hora da escrita e leitura. O fato é que “a princípio” significa primeiramente, inicialmente, à primeira vista, enquanto que, “em princípio”, indica em seu significado “em tese”, “em teoria”, “de modo geral”.

 

Veja nos exemplos abaixo:

 

À princípio. virão somente meus amigos mais próximos.

 

Em princípio, sei que se me esforçar, passarei no concurso que quero.

 

 

Há cerca / A cerca / Acerca

 

O uso da expressão “há cerca” denota tempo. Assim, basta pensar que o termo pode ser substituído por “faz tanto tempo”. Veja o exemplo:

 

Há cerca de dois anos fiz um curso na Rede LFG.

 

Já o uso de “a cerca” tem relação com a distância. Veja:

 

A cerca de cinco quilômetros é possível encontrar um belíssimo parque florido.

 

 

Ao encontro de / De encontro a

 

Aqui há outro exemplo que o significado é totalmente diferente para o uso de cada expressão. O uso de “ao encontro de” indica concordância. Confira no exemplo:

 

Ao encontro de meus objetivos farei um curso preparatório para o próximo concurso da Polícia Federal.

 

Já o “de encontro a” indica discordância. Veja:

 

Por estar de encontro à realidade da empresa, o projeto não pode ser aprovado.

 

 

Ao invés de / Em vez de

 

Em um caso muito parecido com a expressão anterior, “ao invés de” e “em vez de” têm significados bem diferentes. “Ao invés de” indica contrariedade àquilo que foi proposto e “em vez de”, locução prepositiva, com significado relativo à “no lugar de”. Veja os dois exemplos:

 

Ao invés de estudar para o concurso o concurseiro não leu nem ao edital.

 

Em vez de viajar de ônibus, preferi ir de avião.

 

 

Através / Por (intermédio de, meio de)

 

Ao contrário do que muita gente escreve, “através” deve ser usado somente para os casos que atravessam algo. Trata-se de um advérbio que indica, por exemplo, que algo foi arremessado através da janela (atravessou a janela).
Veja mais um exemplo:

 

Através das lentes de seus óculos enxergava melhor o mundo.

 

“Por meio de” ou “por intermédio de” são os instrumentos usados para que determinadas ações sejam realizadas. Confira os exemplos:

 

Por meio dos meus amigos tive forças para estudar mais para o concurso.

 

Por intermédio de meu irmão consegui um emprego.

 

 

 

 

 

Conteúdo produzido pela LFG, referência nacional em cursos preparatórios para concursos públicos e Exames da OAB, além de oferecer cursos de pós-graduação jurídica e MBA.

 

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: