Blog Acontece

Este canal é feito especialmente para você que busca dicas de estudos, notícias e artigos do mundo jurídico, preparação para provas de concursos públicos e OAB, entre outros temas relevantes do segmento em que atuamos. Acompanhe nossas publicações e amplie ainda mais seus conhecimentos.

Vólia Bomfim fala sobre como conciliar as carreiras de juíza e professora

LFG - Volia Bomfim fala sobre como conciliar as carreiras de juíza e professora

 

Há 25 anos, Vólia Bomfim, Desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, começou a ministrar aulas em um curso preparatório para concursos públicos. Na época, ela também fazia aulas para conquistar a tão sonhada magistratura.

 

A profissional conta que o dono da escola notou seu preparo e paciência em ajudar os demais alunos e a convidou para ser professora.

 

“Nunca tinha pensado em lecionar, mas a vontade de ajudar os que estudavam me influenciou a estudar e me aperfeiçoar”, conta Bomfim.

A profissional seguiu conciliando as duas carreiras e conta que ambas se completam. “Meu único desafio é manter os processos em dia, pois estar em sala de aula é revigorante.

 

A troca de conhecimento com os alunos me ajuda a manter o entusiasmo pelos estudos. Os casos julgados me inspiram a desenvolver os exemplos para apresentar em sala de aula e também a mudar minha maneira de pensar”, explica a professora.

Atualmente Vólia é professora da LFG. Ela conta que características como seriedade, responsabilidade, pontualidade, solidariedade, didática e paciência são essenciais para quem deseja desempenhar tal função.

 

“Um professor sério e responsável é aquele que estuda, prepara as aulas, pensa na melhor metodologia de ensino e de transmissão do conhecimento”, explica a professora.

A especialista destaca que para ser um bom professor a pessoa deve possuir um forte espírito de solidariedade, pois os alunos esperam receber todo o conhecimento possível e o docente deve estar disposto em transmitir tudo o que souber e até ir em busca daquilo que ainda não tiver conhecimento.  Paciência é outro requisito fundamental.

 

“Os alunos têm níveis diferentes de conhecimento e aprendizagem. Todas as dúvidas devem ser igualmente consideradas e esclarecidas”, ressalta Vólia.

Para quem almeja seguir tal profissão, Vólia Bomfim deixa a seguinte mensagem: “O professor é aquele que transforma pessoas, as orienta e as conduz.

 

Ensinar também transforma o professor, que aprende com seus alunos, se realizada com o crescimento de seus pupilos”.

 



*Conteúdo produzido pela LFG

Assine nossa newsletter!

Recomendamos para você: